quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Independiente vence e larga com vantagem na Recopa

Jogo marcou a volta de Gabriel Milito/Foto: Olé.
El Rey de Copas, Independiente, recebeu o Campeão de Tudo, o Internacional, nesta quarta-feira, 10/08/2011 e construiu uma pequena vantagem que pode fazer a diferença para mais um título para o time de Avellaneda.

Leandro Damião comemora o gol colorado/Foto: Olé.
Com a bola rolando, só los Diablos Rojos atacaram, com menos de oito minutos foram criadas três chances claras de gol, sendo que em duas, a torcida chegou a vibrar, pois a bola balançou as redes, mas pelo lado de fora. A primeira chance foi numa falta cobrada pelo camisa 9, Leonel Núnez bateu com força uma falta nas imediações da área e a bola carpichosamente tirou tinta do poste esquerdo do bom goleiro Muriel. Logo na sequência, Pérez completamente sozinho testou a bola que bateu na rede pelo lado de fora. Era muita pressão dos mandantes, porém num contra-ataque puxado por Nei, o artilheiro Leandro Damião antecipou-se a todos e marcou o gol colorado aos 36 do 1º tempo. O Independiente não desanimou e foi com mais força ainda em busca do empate e aos 41 minutos, Maxi Velazquez cabeceou sozinho para o fundo do gol do Colorado, estava configurado o empate no Libertadores de América.

Comemoração do gol da virada/Foto: Olé.
No segundo tempo, a equipe comandada por El Turco Mohamed se acalmou, talvez pelo cansaço do começo da temporada e da viagem para o Japão, com isso o Internacional tentou assustar, porém estava satisfeito com 1x1, com isso, o jogo ficou monótono, chato, até que Tuzzio arriscou da entrada da área fazendo com que Muriel fizesse grande defesa. O time gaúcho perdeu duas grandes chances, uma num cruzamento do estreante Jô, em que Damião chegou atrasado, e depois em uma jogada do próprio Damião, Tinga recebeu na entrada da área e desferiu um petardo no poste do goleiro Navarro. O castigo veio quando Marco Pérez cobrou falta e a bola desviou na barreira matando o goleiro colorado. 2x1.

Agora, o Rojo joga por um empate no jogo da volta em Porto Alegre, dia 24 de Agosto. Uma vitória colorada por um gol de diferença leva a decisão para o tempo extra. 

Um comentário:

  1. Gostei do texto :)
    Pena que eu não posso dizer o mesmo do Inter.

    ResponderExcluir